2018
América do Sul

P7-C

08 de agosto (quarta-feira) - 17h15 às 18h00

Combinação de técnicas quantitativas e qualitativas, para elevação da efetividade das análises de Confiabilidade

Em um cenário em que a qualidade dos dados é um problema, qual a saída para uma aplicação efetiva de técnicas quantitativas de Confiabilidade? A saída encontrada foi a combinação com técnicas qualitativas, enquanto trabalho de mudança cultural com relação a importância dos dados, está sendo implementado.

Com base no BAP (Bad Actors Program), foram selecionados os equipamentos que mais impactam em termos de Unexpected Losses Technical (ULT / paradas não esperadas de produção), uma planta muito relevante para uma empresa química do mercado, sendo uma das fases do programa a condução de uma análise para identificar as causas das falhas. Neste caso especifico, será descrito o processo de análise de duas centrífugas, onde o MTBF (Mean Time Between Failure) é baixo para atender as necessidades da planta. Com base em 2 softwares profissionais de Confiabilidade, Weibull++ e RC (Reality Charting) Pro (metodologia Apollo RCA) e ferramenta de interface gráfica Power BI (Business Intelligence).
As análises que foram conduzidas, sendo a análises quantitativas Paretto (base códigos sintoma do dano, parte do objeto e causa provindos das Notas de Manutenção / CMMS – SAP/PM), LDA (Life Data Analysis), RDA (Recurrent Data Analysis), Intervalo Ótimo de Preventiva (mínimo CPUT) e RBD (Reliability Block Diagram) e qualitativa RCFA (Root Cause Failure Analysis), seguindo a metodologia Apollo – Reality Charting (Gráfico da Realidade Coletiva).

Palestrante: Luiz Fernando Ramos
BASF
Brasil